Sua transportadora está preparada para o fim do emissor da Sefaz?

Posted by Paula Xavier on 12.12.16 with No comments



A partir de 2017 os transportadores que ainda utilizam o emissor de CTe da Secretaria da Fazenda - SEFAZ estão correndo sérios riscos de atrasar suas operações de transportes ou receber multas por ausência de documentos adequados. Isso porque a partir de 1º de janeiro de próximo ano o emissor da Sefaz será descontinuado e o download será bloqueado.
A partir data data, a Secretaria da Fazenda não fará mais atualizações no software nem corrigirá as falhas do programa, tornando o programa totalmente inutilizável. Portanto, o ideal é que as empresas de transportes não deixem para se adequar a essa mudança no final do prazo, afinal o Conhecimento de Transporte é uma peça obrigatória de seus serviços.
Em nota, a Sefaz justificou a medida pelo fato de 97% das emissões de CTe atualmente serem feitas por software de fornecedores especializados. Entretanto, mais de 50% das empresas, estas de pequeno e médio porte, ainda usam o emissor de CT-e da SEFAZ, o que é uma grande preocupação.

Críticas ao Emissor de CT-e da SEFAZ

Criado em 2006, o emissor da SEFAZ foi lançado após a mudança de suporte dos documentos fiscais, que eram emitidos em papel e precisavam se tornar eletrônicos. Porém o programa foi bastante criticado pelos transportadores por acharem a plataforma muito complexa, pouco intuitiva e bastante lenta. Além disso, o softaware apresentava pouco material de treinamento e não era oferecido nenhum suporte técnico pela SEFAZ.
A solução que muitos encontraram para acabar com esses problemas foi adotar softwares privados que são mais práticos, fáceis e garantem aos transportadores uma equipe para ajudar na emissão.

A hora certa para escolher uma plataforma mais eficiente

Há um grande risco quanto a demora na migração para outros emissores de CTe. Muitas transportadoras estão deixando para a última hora a mudança dos softwares para emissão. Mas basta relembrar o que ocorreu quando a obrigatoriedade de emissão do conhecimento eletrônico foi determinada: uma apreensão quanto aos impactos que isso trará no fluxo de mercadorias. Muitos embarcadores têm receio de que haja atraso nas entregas, ou até mesmo retenção de cargas, por falta de documentação ou Conhecimentos emitido com erros. Portanto, para evitar transtornos mais a frente, muitas empresas de transportes têm sido orientadas a substituir IMEDIATAMENTE os emissores de CT-e da SEFAZ. A exigência tem partido inclusive dos embarcadores que estão apreensivos com o fim do emissor gratuito e o que isso pode causar.  

Como acertar na escolha do Emissor de Conhecimento de Transporte Eletrônico adequado?


Os principais pontos a serem considerados na escolha de um software para emissão de CTe são:

1)  O software oferece suporte a certificados do tipo A1 e A3?


O tipo mais comum de certificado digital utilizado pelos transportadoras que ainda usam o Emissor de SEFAZ é o certificado A3. Este certificado normalmente está contido em um cartão de certificação ou token USB.
Apenas alguns softwares oferecem suporte a estes certificados, portanto é importante verificar se o fornecedor escolhido dá suporte a este recurso, caso contrário, será necessário realizar a aquisição de um outro certificado.
2) O software auxilia no cálculo do ICMS e definição do CFOP?

A parte que gera mais dúvidas no preenchimento do conhecimento de transporte é a tributação do ICMS. A definição da alíquota adequada, as particularidades relacionadas a substituição tributária e redução de base de cálculo normalmente são as principais causas de erro no preenchimento. Portanto, este recurso pode ajudar a reduzir os riscos de falha na emissão do CTe.
3) O fornecedor oferece suporte 24 horas para resolução de problemas e orientações?
A principal vantagem de contar com um fornecedor especializado no segmento de transportes é poder contar com a assessoria técnica, não apenas sobre como usar o software, mas sobre o preencimento adequado do conhecimento. Como, em geral, as transportadoras operam em horário estendido e precisam cumprir os prazos de entrega, é fundamental ter a sua disposição, quando necessário, uma equipe técnica competente.
Desta forma, contar com suporte técnico 24 horas é decisivo na escolha do fornecedor adequado.

Principais fornecedores de software para emissão de conhecimento de transporte eletrônico

Atualmente, já existe, várias empresas que fornecem softwares para emissão. É Importante ficar atento, pois muitos softwares realizam a emissão do CTe, porém com o preenchimento inadequado dos campos, o que pode trazer graves prejuízos às transportadoras. Para evitar isto, é importante escolher um fornecedor com credibilidade.
Um dos principais fornecedores de software para emissão de conhecimento de transporte eletrônico é a empresa Hive.cloud. Com mais de 10 anos no mercado e 3000 usuários, através da plataforma Hive.cloud centenas de milhares de CTes são emitidos diariamente.
A plataforma Hive.cloud oferece uma licença completamente gratuita que permite a qualquer empresa se cadastrar e realizar a emissão de até 5 CTes por mês. Além disso o software Hive.cloud CT-e é o único emissor online que suporta tanto certificados digitais do tipo A1 quanto certificados digitais do tipo A3, por isso é a empresa mais recomendada pelos principais escritórios de contabilidade em todo o Brasil.
Os clientes da empresa ainda tem acesso a suporte técnico 24 horas por dia, 7 dias por semana, serviço fundamental para evitar atrasos nos embarques. Os interessados em se cadastrar e experimentar o emissor de CTe Hive.cloud podem se cadastrar no link abaixo e começar a usar o software imediatamente.
Preços e planos disponíveis
Em geral, os preços e pacotes disponíveis variam de acordo com a quantidade de emissões mensais de CT-e que é realizada pela transportadora. Alguns fornecedores, como é o caso da empresa Hive.cloud, oferece pacotes de emissão completamente gratuitos.
Há pacotes a partir de 30 emissões onde a transportadora tem acesso completo a plataforma, armazenamento ilimitado de CTes além de assessoria técnica e suporte 24 horas. Estes planos iniciam em R$ 49,00 mensais e variam de acordo com os pacotes escolhidos.
Informações detalhadas sobre os preços podem ser obtidos no site da empresa.

Não deixe para a última hora

A principal recomendação, tanto dos SEFAZ, como dos contadores e embarcadores é não deixar para a última hora. Analisar as opções disponíveis e ter tempo para experimente e escolher adequadamente um fornecedor é fundamental para garantir o funcionamento normal das operações das transportadoras.